Como funciona o Ciclo Menstrual?

Umas das perguntas essenciais do médico ginecologista especialista em reprodução assistida para a paciente é o funcionamento do seu ciclo mentrual. Através do seu funcionamento detectam-se diversas causas para a não obtenção da gravidez. Após a escolha do tipo de tratamento que o casal deve seguir, ocorre a verificação da fase do ciclo menstrual para o início da estimulação ovariana.

Os ciclos mentruais geralmente vão de 25-31 dias, podendo ser dividido em três fases. A primeira é a fase proliferativa/folicular, em seguida a fase ovulatória e por último a fase secretória. A cada ciclo ocorre o envolvimento de atividades das glândulas hipofisárias, ovários, útero, tubas uterinas, vagina e glândulas mamárias.

Ao nascimento, a mulher possue cerca de 1 milhão de oogônias nos ovários em processo de amadurecimento. Quando essas células amadurecem, viram folículos primordiais (oócito em Prófase I ou VG) e permanecem assim até a puberdade. Ocorre uma perda considerável dessas células atneste periodo, permanecendo 3.000-4.000 desses folículos primordiais dentro dos ovários.

Assim, a partir da menarca (primeira menstruação) sob a ação dos hormônios sexuais, uma coorte de folículos primordiais é escolhida para amadurecer a cada mês (ciclo), permanecendo apenas um único folículo, o maior, o Folículo maduro ou de Graaf. Esse é o folículo preparado para receber o espermatozóide.

Então a cada mês o corpo da mulher se prepara para o coito e gravidez.

Fases:

A menstruação é o  inicio da  fase proliferativa, ocorrendo o recrutamento de alguns folículos para a seleção do melhor. Essa fase está sob ação do FSH (Hormônio Folículo Estimulante) e do estrógeno, que além de ajudar a maturação do folículo, é responsável pela produção de muco pela vagina para receber os espermatozóides.

Ainda nesta mesma fase , o endométrio, camada mais interna do útero começa a crescer formando artérias uterinas, glândulas e células que armazem glicogênio (gera energia-ATP) para receber o futuro embrião (figura abaixo). É no fundo do útero que o embrião se implantará e dará inicio a uma nova vida.

Mais ou menos de 13-15 dias após a mentruação, quando o folículo maduro é formado, ocorre um pico de LH (Hormônio Luteinizante), que romperá esse folículo (figura acima), liberando o oócito maduro para as tubas uterinas, descrita como fase ovulatória. O oócito permace de 24-48 horas viável, depois é degenerado. Os espermatozóides vivem até 72 horas.

Após a liberação do oócito, o grupo de células que permaneceram no ovário é chamado de corpo lúteo e inicia a secreção de progesterona, hormônio que futuramente é produzido pela placenta, sustentando a gravidez. O estrógeno também permace alto nesta fase secretória. Se não ocorrer a gravidez, o corpo lúteo começa a regredir de 24-30 dias após o início da fase proliferativa, fazendo com que o endométrio degrade, ocorrendo a menstruação e começando tudo outra vez.

Significados:

oogônia = oócito imaturo

Anúncios

4 pensamentos sobre “Como funciona o Ciclo Menstrual?

  1. Pingback: Indução Ovariana para FIV/ICSI. « Dúvidas sobre Reprodução Humana Assistida para Pacientes

  2. Pingback: Indução Ovariana para FIV/ICSI (Segunda Parte) « Dúvidas sobre Reprodução Humana Assistida para Pacientes

  3. Pingback: Hiperestimulo Ovariano, o que fazer? « Dúvidas sobre Reprodução Humana Assistida para Pacientes

  4. Pingback: O Temido Hiperestimulo Ovariano, o que fazer? |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s