Mamães do Laboratório


mulheres negras gravidas 1
Dentro do laboratório (in vitro) para que o espermatozoide fertilize o oócito, para posterior formação e desenvolvimento do embrião, são utilizados alguns equipamentos, materiais e meios essenciais. O mais importante dos equipamentos são as incubadoras, as mamães do laboratório. Essas incubadoras não são utilizadas somente para bebês prematuros, mas também para bebês em seu estágio de desenvolvimento mais imaturo e minúsculo, os embriões.

As incubadoras contêm um sistema de manutenção de temperatura e um sistema complexo de gases, ou seja, quantidades exatas de diferentes gases necessários para o desenvolvimento do embrião.

O organismo humano possui em seu sistema uma concentração de gases que são aspirados, ingeridos, transformados e expelidos ao longo do dia, como o CO2 (Dióxido de Carbono), o O2 (Oxigênio), e o Nitrogênio (N2) sendo de extrema importância para o equilíbrio do corpo, e as incubadoras possuem esse sistema de gás para a formação e manutenção do metabolismo do embrião.

Existem incubadoras espalhadas pelo mundo com concentrações diferentes desses gases, sendo dependente dos meios de cultura escolhidos que estão sendo utilizados e da altitude onde a clínica está localizada.

1.Incubadora-embrionaria-de-baja-concentracion-de-oxigeno-lowq1Os embriões não ficam sozinhos nas incubadoras, eles são colocados em uma solução com muitas substâncias (aminoácidos e vitaminas) essenciais para o seu desenvolvimento, denominados meios de cultura e que devem manter sempre uma boa osmolaridade e um ph neutro, mantidos equilibrados pela altitude e concentração de gases.

O embrião é forte e consegue se modificar e se desenvolver em ambientes diferentes. Porém o laboratório deve manter um controle de qualidade impecável para que o ambiente in vitro não prejudique o seu andamento. Os embriologistas tomam todos os cuidados dentro do laboratório para que o mesmo possam gerar bons embriões para a transferência dos mesmos ao útero materno.

imagesA cada dia as tecnologias estão melhorando, e aproximar a cultura, os cuidados o mais próximo do organismo humano, a fim de mimetizar é uma das funções mais estudadas neste campo, por que sabemos que funciona. Estudos mostram que nas tubas uterinas e no útero de coelhas, macacas e hamsters fêmeas a quantidade de oxigênio se mantém entre 2-8% e estão sendo demonstrados ótimos resultados em relação ao desenvolvimento embrionário e expressões gênicas nesta condição de cultura.

Por fim o laboratório não anda sozinho, estimulações ovarianas regradas, acompanhamento ultrassonográficos, melhoria na saúde desses casais são realizadas a fim de se obter um número bom e uma qualidade boa de oócitos/espermatozóides maduros para a realização da fertilização in vitro em busca da conquista do bebê em casa.

Anúncios

Um pensamento sobre “Mamães do Laboratório

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s