Infecções e Infertilidade

Man and woman embrace in park workoutAs infecções transmissíveis, principalmente as que afetam os tratos reprodutores feminino e masculino podem levar a infertilidade pelo fato de agredirem anatomicamente e funcionalmente órgãos como, ovário, útero e testículos.

As DST´s é um grupo de doenças infecciosas transmitidas principalmente através de relações sexuais. Além do ato sexual, a doença pode ser transmitida durante o parto, se a mãe estiver infectada e durante procedimentos ginecológicos. Mais raramente por compartilhar artigos de higiene íntima.

Esse grupo incluem doenças como Clamídia, Gonorréia, HPV, Hepatite B, Herpes Genital, Sífilis, HIV (AIDS), Cancro mole ou cancróide, Donovanose, Linfogranuloma venéreo e Tricomoníase. Essas infecções são responsáveis por 25% dos fatores de infertilidade afetando homens e mulheres.

Para as mulheres essas infecções podem levar a DIP (Doença Inflamatória Pélvica) que apresentam como sintomas, dores abdominais e corrimento. A DIP pode causar distorção nos órgãos que pode ser irreversível, além de obstrução tubária e aderências. As aderências são quando as tubas (trompas) grudam em outros órgãos, como intestino ou no próprio útero, perdem a mobilidade e impedem que os óvulos e espermatozoides se movimentem no seu interior, dificultando o encontro entre os dois.

sb10065998b-001Para os homens podem gerar  uretrite (ardor ao urinar), prostatite (infecção da próstata) e a epididimite (infecção no epidídimo – local situado entre os testículos e a uretra, onde ocorre a maturação dos espermatozoides). As infecções do trato genital podem causar alterações nas vias de saída, devido a sequelas no processo de cicatrização ou na função dos espermatozoides causada por acúmulo de substâncias tóxicas. Estas alterações podem prejudicar a qualidade do sêmen, levando a incidência maior de fragmentação do DNA desses espermatozoides produzidos, diminuindo a motilidade. O diagnóstico é feito através da análise seminal (espermograma) e confirmado com a coleta de cultura e pesquisa de bactérias no sêmen e na urina.

As infecções podem ser sintomáticas ou assintomáticas para ambos os parceiros, por isso deve-se realizar exames periódicos afim de eliminar  problemas que possam gerar a infertilidade e que o bebê nasça saudável.

Após a gravidez, se não controladas, as infecções podem provocar uma interrupção espontânea da gravidez (aborto), determinar uma gravidez ectópica (fora do útero) ou, ainda, causar o nascimento de crianças com graves malformações e durante o parto, podem atingir o recém-nascido, causando doenças nos olhos e pulmões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s