Ser mãe, sobre minha nova experiência.

IMG_6244Olá leitores, hoje será um post incomum, vou falar um pouco do que vivi nesses últimos tempos que me tornei mãe.  Digo que também por isso o blog andou um pouco parado e infelizmente não tenho ajudado muitos ao não responder aos tantos comentários. Muda muito a rotina com o bebê, que requer o tempo integral nosso.

Sei que esse sonho é o de muitas que leem esse Blog e a árdua caminhada em busca deste ideal pode trazer tristeza e desilusão, por isso gostaria de compartilhar o que vivi e ajudá-las nesse comecinho após a grande notícia do baby chegando.

Quando recebi a notícia da gravidez, me senti assustada. Era uma emoção estranha, medo e alegria juntos. Não precisei de tratamento, a fertilização veio naturalmente, mas já estávamos pensando na possibilidade da gravidez durante o ano todo. Fiquei até surpresa, pois descobri nesse mesmo ano que eu tenho uma mutação heterozigoto do gene MTHFR, o que está relacionado a dificuldade de implantação do embrião, mas não foi nada complicado, fiz somente o uso contínuo do ácido fólico.

A gestação foi tranquila quanto aos sintomas, gerar não é fácil viu, sua cabeça fica a mil por pensar que dentro de você tem um serzinho se desenvolvendo. No final sentia muitas dores, inchaço e até falta de ânimo, mas como a gravidez é um ato maravilhoso todos ao redor sempre me animavam e arrumar o quartinho dele é muito gostoso e relaxante.

Tive dois momentos ruins durante na gestação, o primeiro momento foi no segundo trimestre, fiquei tão fraca, tão fraca que peguei Herpes Zoster, tipo catapora. Fui afastada do trabalho por 20 dias. Que mira não?

No outro momento, foi detectado um leve aumento do átrio ventricular cerebral esquerdo  do bebê no segundo morfológico. ???????  Minha cara de interrogação foi a mesma e chorava muito por não saber o que realmente isso poderia trazer ao bebê. Relacionaram com a inflamação que tive do Herpes e até ressonância magnética fiz, grávida de 8 meses. Chorava muito e até ele nascer isso não saia da minha cabeça. Como trabalho com muitos médicos, eles me acalmaram. Bom, nunca afetou em nada o bebê até hoje e é algo que será dele para sempre.

Chegou o grande dia do nascimento do Théo, com cesária agendada. Dia 23 de agosto de 2015 nasceu o bebê mais lindo de todo o mundo e super saudável. Ufa! Meu coração acalmou. peso: 3.500g altura: 50cm. Ao nascer fez uma tomografia para ver se tinha alguma área da cabeça dele afetada devido ao tal aumento do átrio ventricular cerebral, mas não acusou nada.

As primeiras semanas do bebê são bem complexas, é uma adaptação sua, do papai e do novo integrante da família. Como trocar fralda? Como amamentar? Como fazer ele arrotar? Como fazer ele dormir? Como dar banho? Como protegê-lo? São tantas perguntas, para difíceis respostas a curto prazo. Ao longo das semanas tudo melhorou, a adaptação e desenvolvimento foi incrível, eles sabem mesmo quem protegerá eles.

Umas das primeiras vezes que saímos, fora a consulta ao pediatra que é obrigatório, foi com 11 dias para fazer as fotinhos newborn. Essa foto ao lado é uma delas….bebe Théo não quis fazer muitas posições, acordava muito e chorava. Aprendi que bebês choram e muito, no começo é angustiante, mas depois começamos a entender o que eles querem e fica mais suave. Fiz as fotos com a Apoena Fotografia. Momento mágico, muito lindo.

Chorei muito também nessas semanas, os hormônios ficam a flor da pele, parecido com uma tristeza, pois seu mundo é dele agora. Quase não comia, mal dormia, a cada hora teria o processo da amamentação, por que é um processo. Essas primeiras semanas até usei florais, através dos conselho de uma amiga e fiquei melhor. Tive o completo apoio da família nesse momento, vale a pena conversar sobre esse sentimento, apesar de não saber de onde ele vêm.

Amamentar é maravilhoso. Dói muito no começo, pensei em desistir e dar mamadeira muitas vezes, nunca pensei que seria tão forte em aguentar esse processo. Passei lanolina, que é um cicatrizante natural de cera de lã. Você conhecerá muitos assuntos novos com a gravidez e o nascimento do bebê. As dores melhoraram no segundo mês. No quarto mês tive mastite, que é uma infecção no seio por bactérias da boca do neném e meu leite empedrou um pouco, que dor! Tomei antibiótico e anti-inflamatório, por isso amamentar não é tão fácil assim. O bebê sempre tem que sugar todo o leite dos peitos e se for muito leite tem que tirar, o que também não foi fácil para mim kkk As bombinhas manuais são ruins e as elétricas muito caras.

O leite materno é excelente , fornece muita proteção e nutrição, por isso tentei bastante até conseguir. Por sorte meu peito não rachou e nem sangrou, isso pode ser um complicador da amamentação.

Com o primeiro mês veio o primeiro sorriso, e foi fantástico, o nosso coração constrói um amor que não cabe. E a cada dia o desenvolvimento dele surpreende a todos nós, sem contar que os avós e os bisavós ficam loucos com o neném e ajudam muito, e isso é muito importante. O papai ajuda muito, dentro da sua possibilidade de papai. Minha mãe vinha em casa para ficar com ele, para eu e o papai darmos uma dormida e comer para animar novamente.

O bebê teve muita cólica no comecinho, começou com 10 dias de nascimento e foi até uns 2 meses e percebi que tinha a ver com minha alimentação. A amamentação dava muita fome, então comia de tudo, até perceber que ele se sentia pior quando ingeria certos alimentos, no meu caso foi: leite de vaca, chocolate, algumas verduras como couve e feijão. Isso eu não podia comer de jeito nenhum, passei a não comer esses alimentos e mudei o leite por leite de soja ou sem lactose. Ahh você aprende muito sobre leite também, quase tudo! Beber 3 litros de água por dia também é um conselho, além de termos sede ajuda na produção do leite.

O leite no começo da mamada é ralo e com muita lactose e no final grosso com muita gordura, se o neném mama muito pouco em um peito e vai para o outro peito e mama pouco ele pode ingerir muita lactose, o que pode fermentar no intestino do bebe e dar cólica. No começo ele está aprendendo a sugar e pode ficar até 1 hora mamando. Para as cólicas dávamos Colic Calm, uma homeopatia totalmente natural, que não prejudica o neném. Mas aos 2 meses ele já estava bem melhor dessas dores.

Tem até as fases do cocô, mas essa deixo para lá vai.

O mais fantástico além dos sorrisos, é o olhar dele para você. Ahhh que paixão, isso é incrível. E a cada semana…15 dias… ele tem algo novo a demonstrar, algo novo que ele descobriu fazer e é muito legal.

Existe também a Acne do bebe. A pele deles é muito sensível a qualquer tecidos e pode trazer essa manifestação no rostinho e também na região da cabeça como casquinhas. O Théo teve e passou um remédio que o pediatra deu, logo acabou.

Por isso existe a licença maternidade, é um trabalho árduo e belo. Estou quase no final da minha licença e já na tristeza de deixar o baixinho na escolinha. Aos 4 meses e meio comecei a introdução de frutinhas e o leite Nan, já já ele tem que se virar sozinho. Dá uma dor no coração esse processo, rola até lagrimas de ambos os lados kkk Hoje ele come banana e maça e daqui a pouco já terá o almoço com sopinha….ahhh eles crescem rápido.

Uma emoção e tanto até agora!
Espero que tenham gostado, e já já voltarei a postar mais sobre o universo da Reprodução.

Tchau Tchau

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s