Ser mãe, sobre minha nova experiência.

IMG_6244Olá leitores, hoje será um post incomum, vou falar um pouco do que vivi nesses últimos tempos que me tornei mãe.  Digo que também por isso o blog andou um pouco parado e infelizmente não tenho ajudado muitos ao não responder aos tantos comentários. Muda muito a rotina com o bebê, que requer o tempo integral nosso.

Sei que esse sonho é o de muitas que leem esse Blog e a árdua caminhada em busca deste ideal pode trazer tristeza e desilusão, por isso gostaria de compartilhar o que vivi e ajudá-las nesse comecinho após a grande notícia do baby chegando.

Quando recebi a notícia da gravidez, me senti assustada. Era uma emoção estranha, medo e alegria juntos. Não precisei de tratamento, a fertilização veio naturalmente, mas já estávamos pensando na possibilidade da gravidez durante o ano todo. Fiquei até surpresa, pois descobri nesse mesmo ano que eu tenho uma mutação heterozigoto do gene MTHFR, o que está relacionado a dificuldade de implantação do embrião, mas não foi nada complicado, fiz somente o uso contínuo do ácido fólico.

A gestação foi tranquila quanto aos sintomas, gerar não é fácil viu, sua cabeça fica a mil por pensar que dentro de você tem um serzinho se desenvolvendo. No final sentia muitas dores, inchaço e até falta de ânimo, mas como a gravidez é um ato maravilhoso todos ao redor sempre me animavam e arrumar o quartinho dele é muito gostoso e relaxante.

Tive dois momentos ruins durante na gestação, o primeiro momento foi no segundo trimestre, fiquei tão fraca, tão fraca que peguei Herpes Zoster, tipo catapora. Fui afastada do trabalho por 20 dias. Que mira não?

No outro momento, foi detectado um leve aumento do átrio ventricular cerebral esquerdo  do bebê no segundo morfológico. ???????  Minha cara de interrogação foi a mesma e chorava muito por não saber o que realmente isso poderia trazer ao bebê. Relacionaram com a inflamação que tive do Herpes e até ressonância magnética fiz, grávida de 8 meses. Chorava muito e até ele nascer isso não saia da minha cabeça. Como trabalho com muitos médicos, eles me acalmaram. Bom, nunca afetou em nada o bebê até hoje e é algo que será dele para sempre.

Chegou o grande dia do nascimento do Théo, com cesária agendada. Dia 23 de agosto de 2015 nasceu o bebê mais lindo de todo o mundo e super saudável. Ufa! Meu coração acalmou. peso: 3.500g altura: 50cm. Ao nascer fez uma tomografia para ver se tinha alguma área da cabeça dele afetada devido ao tal aumento do átrio ventricular cerebral, mas não acusou nada.

As primeiras semanas do bebê são bem complexas, é uma adaptação sua, do papai e do novo integrante da família. Como trocar fralda? Como amamentar? Como fazer ele arrotar? Como fazer ele dormir? Como dar banho? Como protegê-lo? São tantas perguntas, para difíceis respostas a curto prazo. Ao longo das semanas tudo melhorou, a adaptação e desenvolvimento foi incrível, eles sabem mesmo quem protegerá eles.

Umas das primeiras vezes que saímos, fora a consulta ao pediatra que é obrigatório, foi com 11 dias para fazer as fotinhos newborn. Essa foto ao lado é uma delas….bebe Théo não quis fazer muitas posições, acordava muito e chorava. Aprendi que bebês choram e muito, no começo é angustiante, mas depois começamos a entender o que eles querem e fica mais suave. Fiz as fotos com a Apoena Fotografia. Momento mágico, muito lindo.

Chorei muito também nessas semanas, os hormônios ficam a flor da pele, parecido com uma tristeza, pois seu mundo é dele agora. Quase não comia, mal dormia, a cada hora teria o processo da amamentação, por que é um processo. Essas primeiras semanas até usei florais, através dos conselho de uma amiga e fiquei melhor. Tive o completo apoio da família nesse momento, vale a pena conversar sobre esse sentimento, apesar de não saber de onde ele vêm.

Amamentar é maravilhoso. Dói muito no começo, pensei em desistir e dar mamadeira muitas vezes, nunca pensei que seria tão forte em aguentar esse processo. Passei lanolina, que é um cicatrizante natural de cera de lã. Você conhecerá muitos assuntos novos com a gravidez e o nascimento do bebê. As dores melhoraram no segundo mês. No quarto mês tive mastite, que é uma infecção no seio por bactérias da boca do neném e meu leite empedrou um pouco, que dor! Tomei antibiótico e anti-inflamatório, por isso amamentar não é tão fácil assim. O bebê sempre tem que sugar todo o leite dos peitos e se for muito leite tem que tirar, o que também não foi fácil para mim kkk As bombinhas manuais são ruins e as elétricas muito caras.

O leite materno é excelente , fornece muita proteção e nutrição, por isso tentei bastante até conseguir. Por sorte meu peito não rachou e nem sangrou, isso pode ser um complicador da amamentação.

Com o primeiro mês veio o primeiro sorriso, e foi fantástico, o nosso coração constrói um amor que não cabe. E a cada dia o desenvolvimento dele surpreende a todos nós, sem contar que os avós e os bisavós ficam loucos com o neném e ajudam muito, e isso é muito importante. O papai ajuda muito, dentro da sua possibilidade de papai. Minha mãe vinha em casa para ficar com ele, para eu e o papai darmos uma dormida e comer para animar novamente.

O bebê teve muita cólica no comecinho, começou com 10 dias de nascimento e foi até uns 2 meses e percebi que tinha a ver com minha alimentação. A amamentação dava muita fome, então comia de tudo, até perceber que ele se sentia pior quando ingeria certos alimentos, no meu caso foi: leite de vaca, chocolate, algumas verduras como couve e feijão. Isso eu não podia comer de jeito nenhum, passei a não comer esses alimentos e mudei o leite por leite de soja ou sem lactose. Ahh você aprende muito sobre leite também, quase tudo! Beber 3 litros de água por dia também é um conselho, além de termos sede ajuda na produção do leite.

O leite no começo da mamada é ralo e com muita lactose e no final grosso com muita gordura, se o neném mama muito pouco em um peito e vai para o outro peito e mama pouco ele pode ingerir muita lactose, o que pode fermentar no intestino do bebe e dar cólica. No começo ele está aprendendo a sugar e pode ficar até 1 hora mamando. Para as cólicas dávamos Colic Calm, uma homeopatia totalmente natural, que não prejudica o neném. Mas aos 2 meses ele já estava bem melhor dessas dores.

Tem até as fases do cocô, mas essa deixo para lá vai.

O mais fantástico além dos sorrisos, é o olhar dele para você. Ahhh que paixão, isso é incrível. E a cada semana…15 dias… ele tem algo novo a demonstrar, algo novo que ele descobriu fazer e é muito legal.

Existe também a Acne do bebe. A pele deles é muito sensível a qualquer tecidos e pode trazer essa manifestação no rostinho e também na região da cabeça como casquinhas. O Théo teve e passou um remédio que o pediatra deu, logo acabou.

Por isso existe a licença maternidade, é um trabalho árduo e belo. Estou quase no final da minha licença e já na tristeza de deixar o baixinho na escolinha. Aos 4 meses e meio comecei a introdução de frutinhas e o leite Nan, já já ele tem que se virar sozinho. Dá uma dor no coração esse processo, rola até lagrimas de ambos os lados kkk Hoje ele come banana e maça e daqui a pouco já terá o almoço com sopinha….ahhh eles crescem rápido.

Uma emoção e tanto até agora!
Espero que tenham gostado, e já já voltarei a postar mais sobre o universo da Reprodução.

Tchau Tchau

Anúncios

AMAR, CUIDAR E ENSINAR – FELIZ DIA DAS CRIANÇAS


Dizem que sou o futuro;
Não me desampare no presente.
Dizem que sou a paz;
Não me preparem para a guerra.
Dizem que sou a promessa de Deus e do bem;
Não me entreguem ao mal.
Dizem que sou a luz de seus olhos;
Não me deixem mergulhar na escuridão.
De vocês não espero o pão apenas;
Dêem-me a luz do entendimento….
Não quero de vocês o carinho somente;
Suplico que me eduquem…
A vocês não lhes peço apenas brinquedos,
peço-lhes boas palavras e bons exemplos…
Não vejam em mim um enfeite na casa de vocês;
sou alguém, pessoa humana à imagem de Deus.
Ensinem-me a oração, o trabalho, a humildade,
para que eu venha a ser bom, puro, forte e justo.
Corrijam-me agora, ainda que eu sou sofra…
Enquanto é tempo..
Amanhã poderá ser tarde…
Ajudem-me hoje, eu lhes suplico:
para que amanhã eu não os faça chorar….
Autora Meimei

Pesquisadores japoneses criam óvulos em laboratório

As células-tronco romperam o que talvez fosse a sua última grande fronteira: o desenvolvimento de óvulos férteis a partir das formas mais “básicas” delas.

Por enquanto, o feito se restringe a camundongos, mas cientistas afirmam que ele pode representar um importante passo no tratamento da infertilidade feminina.

Em tese, há dois tipos de células-tronco que poderiam dar origem a qualquer tecido: as embrionárias e as iPS, que são células adultas “convencidas” por técnicas de laboratório a voltar a um estágio semelhante ao embrionário.

Na prática, porém, nenhum cientista tinha conseguido dar origem a óvulos férteis a partir desses dois modelos “básicos”. Japoneses, liderados por Mitinori Saitou, da Universidade de Kyoto, deram um jeito nesse problema.

O processo de formação dos óvulos começa com as chamadas células germinativas primordiais, que possuem uma “personalidade” celular ainda muito básica.

Alterando alguns genes, os japoneses apostavam que seria possível induzir as células-tronco a se transformarem em células similares às germinativas primordiais.

Ao usar camundongos transgênicos, eles finalmente conseguiram dar origem a essas células, usando tanto as células-tronco embrionárias quanto as iPS (veja o quadro abaixo).

Em laboratório, os cientistas usaram esses óvulos em inseminações artificiais, que deram origem a filhotes férteis e saudáveis. A taxa de nascimento, porém, foi inferior à de filhotes oriundos de óvulos “tradicionais”.

Se a técnica realmente puder ser aplicada em ser humanos –o que ainda deve demorar um bocado–, as implicações serão grandes.

Surgiria a possibilidade de criar óvulos de mulheres de qualquer idade, mesmo após a menopausa. Quem retirou os ovários devido a um câncer também se beneficiaria.

“Eles conseguiram um feito incrível, mas o trabalho não explica como algumas etapas foram feitas. O próprio grupo ainda precisa desvendar como alguns dos mecanismos funcionam”, diz

Patrícia Beltrão Braga, pesquisadora de células-tronco iPS da USP. “Eles ainda não conseguiram fazer todo o processo in vitro”, lembra ela.

A técnica, porém, já ligou um sinal amarelo devido a um dilema ético. Em tese, pela regressão a um estágio tão primordial de desenvolvimento, seria possível manipular as células para dar origem a espermatozoides.

Ou seja: casais do mesmo sexo poderiam ter um filho biológico, carregando 50% dos genes de cada genitor.

O grupo de Mitinori Saitou foi também o responsável por criar em laboratório os primeiros espermatozoides férteis com células-tronco.

Folha de São Paulo 05.10.2012

Livro para os Pais e Filhos de Reprodução Humana Assistida

O médico especialista em reprodução humana Selmo Geber escreveu o livro Afinal de Contas, que Cegonha é Essa? para ajudar os Pais e os Filhos de Reprodução Humana Assistida.

Sinopse:  Este livro procura auxiliar as mães e esclarecer suas dúvidas sobre como dizer a seus filhos que eles foram gerados em laboratório. Trata de todo o processo de fertilização e mostra em quais situações é preciso pedir ajuda a um médico especialista para a mulher conseguir engravidar. Como o embrião é formado? O que é fertilização in vitro? O que os pais devem fazer? O que acontece na Clínica de Medicina Reprodutiva? E no corpo da mulher? Como o embrião vai parar na barriga da mãe? Estas são algumas das questões que a obra busca esclarecer com texto e ilustrações acessíveis aos leitores infantis.

Autor:  Selmo Geber (Clínica Origen)

Ilustração: Julio Xerfan

Por que devemos tomar Ácido Fólico para Engravidar?

O ácido folíco é uma vitamina do complexo B essencial para a multiplicação celular, ou seja, para a formação do embrião-feto.

Em especial entre a segunda e quarta semana ocorre o desenvolvimento do sistema de tubo neural (fechamento-dobramento). O tubo neural é uma estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e medula espinhal através de moléculas sinalizadoras.

A incidência de má formação neste sistema é de 0,2-0,4%, sendo a segunda causa de morte perinatal, por malformações como espinha bífida e anencefalia (ausência de cérebro). O uso de ácido fólico diminui de 50-70% essas má formações que podem acontecer.

Aconselha-se a utilização de ácido fólico 2-3 meses antes de iniciar as tentativas. O motivo é que geralmente as mulheres descobrem a gravidez  no primeiro-segundo mês e neste período a fase de desenvolvimento do tubo neural já passou. Por isso a importância da  administração antes deste tempo.

Existem alimentos que possuem ácido fólico, mas a sua quantidade é pequena, ainda mais se esses alimentos forem cozidos em água. São eles: aspargos, feijão, alface, espinafre, arroz, brócolis, fígado, gema de ovo, etc.

Existe então a necessidade de ingerir cápsulas de ácido fólico para que a proporção mãe-embrião-feto sejam adequada.

Então antes de iniciar as tentativas da gravidez faça sua Consulta Pré-Natal para aprender mais como cuidar de você e do futuro bebê. O ácido fólico é um dos componentes indispensáveis para a gravidez saudável.

Depoimento Paciente

¨O trabalho da Renata é maravilhoso, a Reprodução Humana Assistida é uma das grandes dádivas de Deus, pois ela me deu os meus filhos, Amália e Luiz Fernando. Sou eternamente grata à Deus em primeiro lugar, pois acredito que se não fosse para serem meus nada adiantaria, e depois ao Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi e toda sua equipe, pessoas comprometidas, humanas, maravilhosas que tanto fizeram junto com os médicos da espiritualidade para que esta alegria acontecesse em minha vida. Aprovo, acredito, recomendo. Parabéns Renata pelo seu trabalho, que deus te proteja, te dê cada vez mais a luz, a tranquilidade, a força para que você possa a cada dia ajudar a tantas pessoas, que por diversos momentos, deixam de acreditar na vida, mas que com pessoas como você podem voltar a ter esperança. Um grande beijo. Nubia”

Núbia, realmente batalhamos juntos com vocês !!! A nossa maior gratificação é essa felicidade que tentamos tanto buscar. Sabemos que as taxas não são 100%, mas nossa alma e trabalho são!  Obrigada pela mensagem linda! 

Palestra Gratuita Para Casais – Clínica Genics

TEMA: Infertilidade Conjugal

No próximo dia 07 de julho, a Clínica Genics Medicina Reprodutiva e Genômica realiza palestra gratuita sobre o tema: “Porque casais não conseguem engravidar”. O evento acontece a partir das 10h na Avenida Indianópolis, 171, Moema (auditório da Genics). O objetivo é debater as possíveis causas e tratamentos para os casais que possuem dificuldades para engravidar, além de esclarecer dúvidas sobre reprodução assistida.
As palestras serão ministradas pela equipe Genics constituída pelos especialistas Dr. Dani Ejzenberg, Dr. Gustavo Kröger, Dra. Ana Luiza Nobre Nunes, Dr. José Geraldo Aguiar Faria Junior e Dr. Philip Wolff.
Os participantes ganharão uma cortesia da clínica Genics e poderão realizar uma primeira entrevista de avaliação com profissionais especializados gratuitamente. As avaliações serão agendadas após o evento.

As vagas são limitadas. Inscrições pelo telefone (11) 5052-1409.

Informações pelos sites: facebook.com/ClinicaGenicsclinicagenics.com.br.